Meu Perfil
BRASIL, Mulher, de 36 a 45 anos, Portuguese, English, Viagens, Livros




BLOGUEIROS CONTRA O TABAGISMO





Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 Tabagista Anonimo
 Artemus - Cigarro e Silêncio I
 Bin
 Leumas
 Ribola
 Repiso
 Nêssa
 Viviane - Renascer das Cinzas
 Claudio - Fumódromo lotado
 Miguel - Ovelha Branca
 A volta do Artemus - Cigarro e Silêncio II
 Tentativa 01
 Dilema de Coyote
 EU x ELE
 Larguei o Cigarro e Calcei o Tênis
 VAMOS PARAR
 ACT - Aliança de Controle do Tabagismo
 Café sem fumaça
 Vinho
 Dessa Vencendo a Vontade
 Sambura 2006


 
Dilemas de uma ex-ex-ex-fumante: recaída nunca mais


Lembranças

Queridos blogueiros e blogueiras e pessoas que estão na procura de histórias, inspiração e informação sobre fumar ou não fumar (o grande dilema de todo fumante)!

Esse é um assunto que não pertence mais ao meu dia a dia! Assunto encerrado! Não tenho mais a menor vontade de fumar e sei que não voltarei a fumar nunca mais. Assim como tenho plena consciência de que não posso dar nem um traguinho senão as probabilidades desse deixar de ser um assunto encerrado na minha vida são muitas!

O fato é que hoje estava lendo algo sobre blogs e me lembrei do "Dilemas", resolvi entrar para ver como está a movimentação e fiquei super impressionada e feliz com os meus 1607 dias sem fumar!! É incrível, fantástico, espetacular.

Olhando retrospectivamente, quando estava no primeiro, segundo,..... quinto, vigésimo, centésimo.... etc... etc... tinha muitas dúvidas se algum dia meu fumomêtro chegaria a 365 dias sem fumar! Não só chegou como já ultrapassou essa marca e já estou mais próxima de 2000 dias sem fumar do que da marca dos 1000 dias (que também é imponente né?).

O fato é que me deu uma saudade grande dos meus companheiros blogueiros e muita vontade de ter notícias... Sem eles não teria chegado onde cheguei. Artemus, Vivi, Leumas, Claudio, Tabagista anonimo, e todos os outros que passaram por aqui e tiveram empatia com essa fase... Meu sincero agradecimento por todo o apoio! Espero que estejam todos muito bem e firmes na decisão de se libertar desse palitinho traiçoeiro e sufocante!

Como aprecio a minha liberdade de não precisar mais "dele"! Como é bom saber que "ele" não controla mais a minha vontade, meu humor, meu desejo, meu paladar, o funcionamento do meu intestino, etc... etc.... Todo mundo que fuma sabe que fumar é gostoso e dá prazer, mas... re-descobrir os prazeres da vida sem "ele" é infinitamente mais prazeroso.

Obrigada, obrigada e obrigada!

Sorte, força e a certeza de que somos mais fortes do que "ele" para todos que estejam começando a trilhar esse caminho. A recompensa vale a pena!

Beijos

Freja



Escrito por Freja às 10h48
[] [envie esta mensagem] []



Queridos BCTs e demais visitantes!!

Que saudades de todos... o tempo passa rápido e continuo firme e forte longe do cigarro. As vezes, em algumas (felizmente raras) situações ainda bate a saudade da memória emocional do cigarro. No meu blog aparece que estou há 890 dias sem fumar, mas na verdade tive várias recaídas nesse período, não zerei o fumometro nessas ocasiões nem sei bem porque, mas o fato é que hoje isso é irrelevante, já se passou tanto tempo.

Tampouco sei o porque dessa confissão nessa altura do campeonato, isso também é irrelevante, bom, o motivo da visita é outro, é para matar as saudades e dar as boas vindas aos novos BCTs. Sei o quanto é importante o apoio que encontramos nesse espaço!!

Interessante, tenho acompanhado o debate público sobre a liberdade de fumar, por conta da lei antifumo de São Paulo e não vejo ninguém comentando sobre como o cigarro tira a nossa liberdade e nos escraviza. Eu estou muito feliz de ter conseguido abandonar esse palitinho tirano que controlava a minha vida, o meu humor, a minha vontade.

Fica a mensagem para quem tá começando de que o esforço vale a pena!!

Um grande abraço!

Freja



Escrito por Freja às 11h48
[] [envie esta mensagem] []



FELIZ 2009 - Longe do cigarro

Continuo firme e forte e longe do cigarro e sem a menor vontade de fumar mesmo nas situações mais críticas, que no passado me levavam a um sério risco de recaída.

Essa foi a boa notícia!! A má notícia é que o maridão continua fumando muito, cada vez mais resistente, bebendo muito também (apesar de nunca dar bandeira) e eu não sei por quanto tempo vou dar conta dessa situação. Ninguém muda ninguém, fazemos nossas próprias opções, inclusive escolhemos com quem queremos viver, claro que carregamos uma bagagem e acabamos reproduzindo uns padrões que talvez não escolhessemos para nós em sã consciência. Mas enfim, estou no processo de aprender a me comunicar melhor com o outro.

Para encerrar, minhas boas vindas aos que vem passando por aqui e por outros blogs em busca de inspiração e ajuda para parar. O caminho é esse, quem procura acha.

2009 sem nicotina para todos nós!!

Grande abraço,

Freja



Escrito por Freja às 20h29
[] [envie esta mensagem] []



Quase 4 meses...

Queridos BCTs,

Entrei no blog agora e vi que estou há quase 4 meses sem escrever um único post... e vi que isso está virando a praxe entre vários BCTs veteranos. Acredito que para alguns o cigarro já se tornou uma coisa tão distante que fica difícil encontrar assunto para escrever. O nosso queridíssimo Artemus assumiu a falta de assunto e aposentou o cigarro e silêncio de uma vez por todas, ele sem dúvida foi uma inspiração e um ombro amigo nos momentos difíceis para muitos de nós.

Quantas vezes ele já não me consolou por causa da minha enorme frustração com os cigarros do maridão, que acabaram contribuindo para muitas das minhas recaídas, e sempre vinha com conselhos sábios que na essência me lembravam de um ensinamento básico e óbvio, ninguém muda ninguém e cada um tem que assumir suas próprias escolhas. Para mim ficou a mensagem de que eu tinha que assumir a minha escolha de parar independente do outro. Continuo convivendo com a fumaça alheia e felizmente estou aprendendo a lidar melhor com isso, salvo alguns momentos de tensão. Acho que no dia que eu relaxar de vez ele até para...

VIVIANE, VIVIANE, qual será o gatilho que vai fazer com que você tome mais uma vez a decisão de parar??? Queria conseguir adivinhar, tenho certeza que tem algum... Pelo menos você já sabe que consegue.

E por fim, muitíssima boas vindas a todos os novos BCTs que estão engrossando esse caldo e mantendo o nosso propósito vivo quando os veteranos vão deixando os blogs mofando.

Grande abraço!

 



Escrito por Freja às 20h52
[] [envie esta mensagem] []



FELIZ DIA MUNDIAL SEM TABACO

Queridos BCTs,

Hoje é o Dia Mundial sem Tabaco e aproveito a ocasião para dar os parabéns a todos que estão bravamente lutando contra a escravidão da nicotina e força para quem ainda está pensando se tem coragem de parar (pela primeira, segunda, quinta, milésima vez). Não importa quantas vezes já tentamos parar o que importa é não desistir e lembrar que um dia você chega lá viu VI!! Esse recado é especial para você, somos heroínas, só o fato de você ter ficado meses e meses longe dele (como diz a Mary) tendo a presença dele te assediando dentro da sua própria casa é uma prova que você consegue. Sei muito bem o que é isso!!

Grande beijo para todos que passarem por aqui!!

Freja



Escrito por Freja às 18h28
[] [envie esta mensagem] []



QUERIDOS AMIGOS - OBRIGADA!

Entrei no blog hoje, depois de muitos dias afastada e fiquei muito feliz com os comentários de apoio recebidos!

Valeu mesmo, essa nossa comunidade de apoio virtual poderia até virar "case" de apoio mútuo, incrível como faz diferença no nosso humor e estado de espírito ler um comentário reconfortante num momento difícil.

Continuo levando, diria que ainda não estou na minha melhor fase no front caseiro, mas estou cultivando minha tranquilidade e tenho fé que chegarei lá.

Um beijo enorme para todos os amigos blogueiros que passam por aqui, seguimos em frente.

Freja!



Escrito por Freja às 11h53
[] [envie esta mensagem] []



Pelo menos uma vez por mês!!

Resolvi colocar um post antes de entramos em maio, o meu último post é de 27/03, ou seja já se passou quase um mês e a inspiração nada de aparecer...

Eu continuo na mesma, aliás, diria até que na mesmicima de sempre... Maridão continua fumando como sempre e cada vez mais mal educado, a última foi acender um cigarro dentro do carro comigo e com o sobrinho dele dentro. Eu juro que não falo nada apesar de ficar totalmente engasgada. Ultimamente a maré não tem estado para peixe no front caseiro, então não tá valendo a pena o confronto.

Não quero me fazer de vítima pois não acredito muito nisso, mas parar de fumar com um companheiro fumante não é mole não!! Como diria o Beto, nem herói, nem rato, somente gente.

E é assim, lembrando que sou gente, que vou levando adiante e buscando tranquilidade e paz interior, para não me deixar levar pelas escolhas do outro.

Grande abraço para todos os BCTs. Força, sucesso, fé, e muita tranquilidade!!



Escrito por Freja às 14h06
[] [envie esta mensagem] []



Dando as caras

Queridos BCTs

Resolvi sacudir a poeira e postar alguma coisa por aqui, pois o último post tem mais de um mês! Como a inspiração não anda lá grandes coisas resolvi imitar o Cláudio e postar coisas de terceiros.

O link abaixo é para um texto do Dráuzio Varella que fala sobre a dependência da nicotina

http://drauziovarella.ig.com.br/artigos/dependenciafatal.asp

Fiquei me perguntando se o filho do senhor que fez que seus filhos prometessem que iriam parar de fumar parou mesmo? Alguém sabe? Essa história é tão comum que chega a ser angustiante, hoje mesmo ouvi uma dessas.

Estava com uma amiga que me contou que uma colega dela voltou a fumar e que isso apesar de ter perdido a mãe de câncer, ter uma filha pequena e ser mãe solteira e ainda estar com um nódulo. Mas, aparentemente a ansiedade é tanta que ela não consegue fazer diferente. Posso compreender o que se passa com ela e isso me deixa ainda mais indignada com o poder de viciar dessa droga, perdemos nosso bom senso.

Força para que eu não me desespere com meu sentimento de impotência pela resistência cada vez maior do meu maridão, as vezes penso que não vou aguentar, que para mim conviver com isso é extremamente sofrido, sou obrigada a ficar quieta mas me consumo por dentro.

Grande abraço e muita força e luz para meus queridos BCTs e demais amigos que estão nessa batalha.



Escrito por Freja às 21h13
[] [envie esta mensagem] []



FELIZ 2008

Mais atrasada nos meus votos de Feliz Ano Novo impossível!! Mas como (literalmente) já faz meses que não escrevo achei de bom tom começar assumindo meu chá de sumiço!

Esse final/início de ano não foi nada fácil, muitas mudanças em todos os sentidos e o desafio de ficar longe dos cigarros uma missão quase impossível. O que desencadeou um grande número de crises familiares, juntando esse tema com outros, mudança de cidade, novos desafios profissionais.

Esse post vai ser curtinho pois continuo pouco inspirada para escrever no blog, mas verdadeiramente envolvida com o tópico "memória emocional". Lendo os blogs parceiros, refletindo sobre as recaídas, minhas e de tantos amigos que querem parar de fumar, fico feliz em ver que a maioria de nós sabe o quanto é importante ficar longe daquele "unzinho" que normalmente acaba botando tudo a perder ao mesmo tempo que fico desesperada em perceber que mesmo sabendo disso tantos ex-fumantes sucumbem a esse maldito unzinho e rapidamente experimentam o inferno da escravidão do vício novamente.

Laguz, minha parceira mitólógica, obrigada pelo seu comentário e pela força, me deu até aquele empurrãozinho que faltava para eu dar as caras no blog.

Força para todos os meus queridos amigos fumantes e ex-fumantes que tem se ajudado tanto nessa batalha.

Vivi, estou te esperando de volta aqui nos BCTs

Beijos

Freja



Escrito por Freja às 09h53
[] [envie esta mensagem] []



CONCLUSÃO ESTATÍSTICA BCTs

Depois de visitar os blogs dos veteranos e dos novatos ontem, cheguei a seguinte conclusão:

Mulheres cujos maridos fumam tem mais recaídas!!!

A julgar pelo motivo pelo qual o meu blog foi criado e a recaída da Viviane diria até que no Universo BCT a estatística é de 100%.



Escrito por Freja às 09h22
[] [envie esta mensagem] []



BOAS VINDAS AOS NOVOS GUERREIROS E GUERREIRAS

Estou maravilhada com a quantidade de novos BCTs e também com o Blog com dicas que surgiu na área!

Esse post está absolutamente repetitivo em relação ao último, mas no momento não estou com condições emocionais de falar de cigarro...

Boas vindas para o Vinho, Antonio, Rodrigo, Talita estou na torcida e feliz com os novos amigos.

Tabac, no dia que você tentar de novo eu ficarei radiante!!!  Eu sei que esse dia chegará e muita gente se beneficiará (e muito como eu) dos seus posts quando estiver no processo de novo!!

Abraços para todos!



Escrito por Freja às 18h21
[] [envie esta mensagem] []



BLOGs novos na área

Queridos amigos,

Ainda bem que tem sempre gente nova entrando nesse barco, porque se depender dos veteranos... o marasmo é total. Artemus na contagem regressiva, Vi, Cláudio e eu muito mais ausentes do que presentes!! Tabac ainda não resolveu dar o ar de sua graça e de sua habilidade na confecção de posts para re-ligar o seu fumômetro! Mas como a esperança é a última que morre, ainda tenho fé que Tabac voltará para o ar mais cedo ou mais tarde. Quem já conseguiu uma vez consegue duas.

A boa notícia é que tem BLOGs novos na área!! Yuhuuuu!!

Tem o Larguei o cigarro e calcei o tenis
o VAMOS PARAR e o da Mary com o EU x ELE.

O VAMOS PARAR é uma iniciativa da Aliança de Controle do Tabagismo com dicas e informações de especialistas na área, vale a pena conferir!

O Larguei o cigarro e calcei o tenis e o EU x ELE são as mais novas BCTs do pedaço. BEM VINDAS e boa sorte na empreitada!! Estamos por ai, meio ausentes, mas solidários.



Escrito por Freja às 10h21
[] [envie esta mensagem] []



Quanto tempo!!!!

Queridos amigos BCTs,

Que saudades!! Estou numa correria insane, mas está tudo bem!! Muito trabalho, o que não é motivo de reclamação, mas somente de falta de tempo.

Um grande beijo, conto mais novidades em breve, vou pensar em alguma polêmica!!

Freja.

Escrito por Freja às 15h32
[] [envie esta mensagem] []



DIVERSÃO DIFÍCIL - DESABAFO!!

Hoje estou precisando desabafar, espero que eu consiga expressar a frustração e esvaziar um pouco o sentimento de "as vezes carregamos dores passadas com a gente que nem percebemos e que uma palavra ou um gesto podem trazer a tona".

Confesso que não sei por onde começar, pois, como tudo nessa vida, o episódio tem um contexto que vai muito além dele. Tenho feito um exercício mental e espiritual intenso para cuidar de mim, para ficar bem, para criar um relacionamento harmonioso em casa com o perolado (pseudonimo do digníssimo) e com a filhota, tentando mudar padrões nocivos, enfim, depois da dor da perda do bebê tão querido e esperado tive uma reação de sobrevivência de tirar coisas positivas e algum aprendizaso da situação. E na realidade tenho me sentido bem na minha busca e me sinto uma pessoa melhor, entendo mais, julgo menos, fico mais em paz com as minhas escolhas, aceito as situações que não posso modificar, trabalho para mudar as que estão ao meu alcance (basicamente a minha forma de me relacionar).

Em alguns aspectos o resultado tem sido muito bom e me sinto uma pessoa melhor (quase como aquelas histórias de sobreviventes de cancêr que superam o momento difícil e isso acaba sendo um divisor de águas nas formas de lidar com a vida). Pois é, essa é a notícia MUITO BOA da história e ter começado a compartilhar ela com os meus amigos BCTs já me ajuda a me sentir melhor nesse momento de percalço no caminho.

Quando a gente muda, quem está a nossa volta, quer queira quer não, acaba sendo obrigado a mudar, no mínimo como reação a mudança do outro.


Na onda da minha mudança da forma de lidar com os humores do outro ontem o dia estava perfeito, sentimento de harmonia, momentos-família-gostosos e o sentimento de estar conseguindo colocar em prática as metas de reagir diferentemente aos humores e padrões alheios. Uma grande amiga que mora fora chegou semana passada e ontem ofereceu ficar com filhota para que o casal aproveitasse para sair e se divertir um pouco.

O episódio deflagrador

Que delícia, vamos sair para dançar é claro! fomos ao nosso lugar favorito, que também é provavelmente o local mais enfumaçado da cidade, e ontem estava especialmente irrespirável, pois juntou a feijoada da tarde com a sessão noturna e por conta do frio não tinha nem uma janelinha aberta. Tava de arder o olho (parenteses). Além disso é o lugar onde tive meus últimos muitos lapsos! Mas dessa vez estou absolutamente determinada e não estou nenhum pouco afim nem de zerar meu fumometro e nem dar espaço para começar a relação esquizofrenica com o cigarro de novo. Não sei identificar o que aconteceu, mas o fato é que o perolado resolveu ficar falando no atual debate sobre os fumódromos, que a Anvisa está normatizando para começar a fiscalizar a Lei que proíbe fumar em ambientes fechados, dizendo que achava que quem não quiser ir num local porque tem fumaça é só não ir, vai quem quer. Ponderei levantando a questão dos empregados do local, a questão de direitos iguais para todos, que não acho justo que o ambiente de trabalho deles seja absolutamente insalubre, ele até concordou com esse aspecto e continuou repetindo que quem frequenta tá sabendo que é assim e ponto. Detalhe: não falei nada a única coisa que pedi foi para trocar de lugar com ele, pois estava entre dois cigarros, um deles o do próprio perolado, e o da mesa ao lado.


o resultado
Pedi força e clareza para todos os meus guias e fiz um esforço grande para continuar guardando o que tenho guardado dentro de mim há algumas semanas, ou para pelo menos, filtrar para que saisse sem soar como cobrança, mas como o debate sobre fumaça estava envolvendo questões pessoais, pedi para ele para que mudassemos de assunto, pois esse era um tema difícil para a gente e que eu não queria entrar no mérito da questão do que realmente significa algo para mim nesse momento, que é o nosso projeto de vida em comum e a promessa não cumprida que ele me fez.

a promessa
Quando perdemos o bebê, pedi que ele tirasse umas férias do cigarro quando viesse meu próximo período e ele concordou sem pestanejar.

o esquecimento
Veio a menstruação e não me senti nada a vontade para tocar no assunto. Dentre os meus questionamentos, me pergunto se não devo simplesmente entregar para Deus, por outro lado, acho que devemos fazer a nossa parte dentro do que sabemos, omissão é diferente de ignorância (perdoar a ignorância é mais fácil do que perdoar a omissão)
o contexto
Por outro lado tenho a compreensão de que o momento é complicado, pois a situação no trabalho do perolado tá difícil e frustrante que o cigarro e o álcool são os mecanismos que ele tem para lidar com a ansiedade e, em algum lugar, tenho sentimento de que enquanto ele não mudar o padrão de como lidar com a ansiedade não vai dar certo a proposta de férias. Afinal nós sabemos que o buraco é mais embaixo.

Chega, que isso tá virando um testamento, BOM DOMINGO para meus queridos amigos e obrigada por esse espaço de desabafo que é tão importante para a gente.

Escrito por Freja às 07h17
[] [envie esta mensagem] []



3 MESES!!! QUASE 100 DIAS...

Pois é, minha data de aniversário passou e eu nem postei nada... Mas estava viajando.

Bom, hoje vai só uma notícia com a qual me esbarrei essa semana e não gostei nada... amanhã prometo colocar algo mais pessoal (se bem que essa notícia é super pessoal pela tangente).

Cigarro Provoca Infertilidade

Fonte: SEGS.com.br Autor ou Fonte Redatora é: Roberta Spinaci

Data: 30/05/2007


É inquestionável que o tabaco faz mal à saúde como um todo, portanto vamos aproveitar neste 31 de maio, o Dia Mundial Sem Tabaco, para alertar, que além dos efeitos nocivos do cigarro relacionados às doenças cardíacas e respiratórias que são bastante conhecidos temos um outra causa que pouca gente conhece, ele agrava problemas de fertilidade tanto nas mulheres como nos homens. Vários estudos científicos comprovam seu efeito deletério sobre a saúde reprodutiva. Tais efeitos podem determinar um risco aumentado de abortamento, de ter filho prematuro e de baixo peso, aceleração do início da menopausa, redução da fertilidade e diminuição na qualidade dos espermatozóides. Fumantes passivos com exposição excessiva ao cigarro também têm maior incidência de todas as alterações descritas acima.


O alerta é de Arnaldo Schizzi Cambiaghi especialista em infertilidade e diretor do Centro de Estudos do IPGO (Instituto Paulista de Ginecologia, Obstetrícia e Medicina da Reprodução). "Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos mostrou que as pessoas associam os riscos do cigarro mais às doenças respiratórias (99%), ao câncer de pulmão (99%) e aos ataques do coração (96%), do que aos problemas de fertilidade", diz o médico.


A situação não é diferente no Brasil. Os casais brasileiros enfrentam problemas para ter filhos e seguem fumando, agravando ainda mais a situação. Substâncias químicas presentes na fumaça do cigarro podem acelerar a perda natural dos folículos ovarianos levando, conseqüentemente, à perda da função reprodutiva. Adicionalmente, lesões cromossômicas ou do DNA das células germinativas humanas (óvulos e espermatozóides) podem resultar da exposição à fumaça do tabaco. Nos homens, o cigarro reduz a concentração de espermatozóides, diminui a movimentação e provoca alterações na sua estrutura, que podem favorecer ao aborto por induzir a má-formação fetal.


Estudos sugerem que pacientes que fumam requerem quase o dobro do número de ciclos de fertilização in vitro para conseguirem a gestação do que aquelas que não fumam. "Casais que apresentam problemas de fertilidade e que um dos dois fuma - ou ambos - devem informar isso ao médico", alerta Cambiaghi. "Portanto é preciso que estas pessoas busquem ajuda de um profissional e dos avanços da medicina para largar o vício - já que hoje existem terapias bastante eficazes para tal. Entre elas, a terapia de reposição de nicotina (goma de mascar, adesivos cutâneos, spray nasal)" completa.


Sobre o Dr. Arnaldo Schizzi Cambiaghi - diretor do Centro de Reprodução Humana do Instituto Paulista de Ginecologia, Obstetrícia e Medicina da Reprodução (IPGO). Formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, pós-graduado pela AAGL, Ilinos, EUA em Advance Laparoscopic Surgety e Membro-titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Laparoscópica, e da European Society of Human Reproductive Medicine. É autor de vários livros na área médica entre eles: Fertilidade Natural (Ed.LaVida Press), Grávida Feliz, Obstetra Feliz (Ed. LaVida Press), Fertilização um Ato de Amor (Ed. LaVida Press), Ser ou Não Ser Fértil - Eis as Questões e Respostas (Ed.LaVida Press), Bem-Estar da Mulher - a essência da vida - Guia da saúde feminina para todas as idades (Ed. LaVida Press), Gravidez: Caminhos Tropeços e... Conquistas - Depoimentos de casais que contam como venceram as dificuldades de engravidar (Ed.LaVida Press) e Manual da Gestante (Ed. Madras). Apresenta seu trabalho em Congressos no exterior, o que lhe confere um reconhecimento internacional. Como especialista em Medicina Reprodutiva sua carreira é dedicada principalmente aos casais que têm dificuldade em engravidar, tanto que sua clínica é considerada uma das mais conceituadas para tratamentos de infertilidade. Entretanto, preocupa-se com a saúde da mulher em todos os aspectos: físico, emocional e afetivo. Pensando no universo feminino criou os sites: www.ipgo.com.br; www.trigemeos.com.br; www.bemestardamulher.com.br; www.fertilidadenatural.com.br; onde esclarece dúvidas e passa informações sobre a saúde feminina, especialmente sobre infertilidade.





Escrito por Freja às 17h49
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]